O Voando em Moçambique é um pequeno tributo à História da Aviação em Moçambique. Grande parte dos seus arquivos desapareceram ou foram destruídos e o que deles resta, permanecem porventura silenciosos nas estantes de muitos dos seus protagonistas. A História é feita por todos aqueles que nela participaram. É a esses que aqui lançamos o nosso apelo, para que nos deixem o seu contributo real, pois de certo possuirão um espólio importante, para que a História dessa Aviação se não perca nos tempos e com ela todos os seus “heróis”. As gerações futuras de certo lhes agradecerão. Muitos desses verdadeiros heróis, ilustres aventureiros desconhecidos, souberam desafiar os perigos de toda a ordem, transportando pessoas e bens de primeira necessidade ou evacuando doentes, em condições meteorológicas adversas, quais “gloriosos malucos das máquinas voadoras”. Há que incentivar todos aqueles que ainda possuam dados e documentos que possam contribuir para que essa História se faça e se não extinga com eles, que os publiquem, ou que os cedam a organizações que para isso estejam vocacionadas. A nossa gratidão a todos aqueles que ao longo dos tempos se atreveram e tiveram a coragem de escrever as suas “estórias” e memórias sobre a sua aviação. Só assim a História da Aviação em Moçambique se fará verdadeiramente, pois nenhum trabalho deste género é suficientemente exaustivo e completo. A todos esses ilustres personagens do nosso passado recente que contra tudo e todos lutaram para que essa história se fizesse, a nossa humilde e sincera homenagem.

A eles dedicamos estas linhas.

José Vilhena e Maria Luísa Hingá

========================

Quem tiver fotos e/ou documentos sobre a Aviação em Moçambique e os queira ver publicados neste blogue, pode contactar-me pelo e-mail:lhinga@gmail.com

=======================

Por motivo alheio algumas das imagens não abrem no tamanho original. Nesse caso podem selecionar “abrir imagem num novo separador” ou “Guardar imagem como…”.

28/09/09

628-DETA: 1º. Transporte de um automóvel em carga aérea

Na foto Manuel Marques e Augusto Simões. (Inf. Dida Rocha)

Extractos dos e-mails enviados por Sabino Oliveira Moreira.
"O meu nome é Sabino Oliveira Moreira e estive na DETA de 1ª de Julho de 1959 a Abril de 1966 quando fui para a Atlas Aircraft Corp. of S.A. (Pty).
Envio duas fotos históricas tiradas em Novembro de 1965 a tirar o meu Fiat 600 D do DC-3 CR-AGC da DETA. Espero que sirva para o seu arquivo histórico, foi o primeiro carro a ser transportado em Moçambique em frete comercial aéreo (claro que eu nada paguei por ser funcionário da companhia) Na foto pode ver-se o Eng.Abel de Azevedo (Director da DETA) eu dentro do carro e com outros funcionários de tráfego no Aeroporto de Mavalane em LM, vindo da Beira,estive destacado para organizar os serviços de manutenção da DETA naquele aeroporto.

Até á próxima, hambanine.

Sabino Moreira "
O meu obrigada e fico a aguardar os documentos prometidos.
Luísa

15/09/09

623-Vila Cabral

Centro Meteorológico - Aeroporto de Vila Cabral. Foto de Augusto Fonte
Foto de Rosa Ribeiro.


Foto de Cte. Vitor Silva.
Copiada de um postal antigo.

Boeing 737 da DETA a descolar na pista de Vila Cabral. Foto de Augusto Fonte

Foto de F. Subtil

11/09/09

622-Cte. Vasco Abreu faleceu em Johannesburg

Noticia enviada pelo Cte. Joaquim Primavera:
"Caros Amigos

Comunicaram - me agora o falecimento, esta tarde em JHB, do amigo e colega da DETA, o Comandante VASCO ABREU.

Agradeço difundirem esta triste notícia pelos amigos. "


À familia e amigos os sentidos pêsames dos administradores deste blogue.
RIP

06/09/09

621-Cte.Álvaro Ferreira e um Hurricane da Aviação Militar

Álvaro Ferreira ingressou como piloto na Escola Prática de Aeronáutica Militar (EPAM) onde frequentou o CITPAM, tendo sido piloto de "caça" entre 1946 e 1953.
O avião pertencia à esquadrilha "Os Saloios", podendo ver-se a insígnia com o camponês do Ribatejo e o seu típico varapau.

Foto enviada pelo filho Álvaro.

620-CR-ANS e Cte.Álvaro Ferreira


Cte. Álvaro Ferreira.


Acidente no Lumbo
Foto enviada pelo filho do Cte. Álvaro Ferreira.

O meu obrigada.
Ver referências nos artigos: