O Voando em Moçambique é um pequeno tributo à História da Aviação em Moçambique. Grande parte dos seus arquivos desapareceram ou foram destruídos e o que deles resta, permanecem porventura silenciosos nas estantes de muitos dos seus protagonistas. A História é feita por todos aqueles que nela participaram. É a esses que aqui lançamos o nosso apelo, para que nos deixem o seu contributo real, pois de certo possuirão um espólio importante, para que a História dessa Aviação se não perca nos tempos e com ela todos os seus “heróis”. As gerações futuras de certo lhes agradecerão. Muitos desses verdadeiros heróis, ilustres aventureiros desconhecidos, souberam desafiar os perigos de toda a ordem, transportando pessoas e bens de primeira necessidade ou evacuando doentes, em condições meteorológicas adversas, quais “gloriosos malucos das máquinas voadoras”. Há que incentivar todos aqueles que ainda possuam dados e documentos que possam contribuir para que essa História se faça e se não extinga com eles, que os publiquem, ou que os cedam a organizações que para isso estejam vocacionadas. A nossa gratidão a todos aqueles que ao longo dos tempos se atreveram e tiveram a coragem de escrever as suas “estórias” e memórias sobre a sua aviação. Só assim a História da Aviação em Moçambique se fará verdadeiramente, pois nenhum trabalho deste género é suficientemente exaustivo e completo. A todos esses ilustres personagens do nosso passado recente que contra tudo e todos lutaram para que essa história se fizesse, a nossa humilde e sincera homenagem.

A eles dedicamos estas linhas.

José Vilhena e Maria Luísa Hingá

========================

Quem tiver fotos e/ou documentos sobre a Aviação em Moçambique e os queira ver publicados neste blogue, pode contactar-me pelo e-mail:lhinga@gmail.com

=======================

Por motivo alheio algumas das imagens não abrem no tamanho original. Nesse caso podem selecionar “abrir imagem num novo separador” ou “Guardar imagem como…”.

31/08/08

482-José Manuel Rego da Silva do Aeroclube de Nampula

CR-ADB
Quem me ajuda com os nomes das pessoas que estão na foto?? Obrigada desde já

JOSÉ MANUEL REGO DA SILVA


Estas fotos foram enviadas com o texto a seguir referido. O meu obrigado.

"CHAMO-ME ANTÓNIO JOSÉ REGO DA SILVA E TRABALHEI NA DETA EM 75/77. JOGUEI NA SUA SELECÇÃO DE FUTEBOL.
MEU PAI JOSÉ MANUEL REGO DA SILVA TIROU BREVETE NO AEROCLUBE DE NAMPULA E AQUI TAMBÉM MINHA IRMÃ TEVE UM ACIDENTE AO SER APANHADA
PELA HÉLICE DO CESSNA.
O AVIÃO PERTENCIA AO AEROCLUBE DE NAMPULA.
NB: na DETA/LAM trabalhei em Maputo"

481-Anúncio da DETA, de Novembro de 1939


Este anúncio consta do Boletim da Agência Geral das Colónias, Vol XV, Novembro de 1939, Nº 173 e vem juntar-se a outros que já há no blogue. Interessantissimo.

Foi-me enviado por um amigo que me pediu para não o citar. Obrigada!!!

26/08/08

480-Faz hoje 72 anos que a DETA nasceu.


O Voando em Moçambique associa-se ao Voa Portugal nesta homenagem à DETA.


Faz hoje 72 anos que um punhado de "aventureiros" tornaram realidade o sonho de uns quantos, contra a vontade de tantos outros, fazendo nascer aquele que foi um projecto de uma geração.
Ao Major Francisco dos Santos Pinto Teixeira coube a ingrata missão de ser o "pai da criança". O Comandante Manuel Maria Rocha ajudou-o nesta ingrata missão. Muitos outros, fastidioso seria enumerá-los a todos, participaram nesta grande aventura Africana.

O Voa Portual presta homenagem a todos eles, pois de certo a História da nossa Aviação seria bem menos importante.

19/08/08

479 - Fotos diversas do Aeroclube de Inhambane

Fotos e documentos de Cte. Piorro.

Aeroclube de Inhambane

Aeroclube de Inhambane.


Piorro, mostrando os estragos do ACI, depois de um temporal

Piorro + 2 que não conheço.

Da esq. para a dta. uma equipa de pilotos do ACI : António Silva (Silvinha), que por acaso também foi meu instrutor, Piorro, Fernando Morgado (meu instrutor e piloto chefe do ACI), Morgado, (irmão do Fernando Morgado, a pessoa a seguir não conheço, depois vem o Victor Nunes, (proprietário da firma Manuel Nunes) e Macedo.




-->
O Cte. Artur Cardoso fez a gentileza de me enviar estas fotos, respectivas legendas e esta nota:
"Boa tarde! Recebi do Piorro, (AC Inhambane), estas fotos e documentos.
"Fiz o 1º voo de adaptação ao voo com o Jaime Fajardo, num avião Piper Vagabond (CR-ACU).
Comecei a instrução com o Fernando Morgado até às 08:00 horas e depois o António Silva fez mais umas 02:00 horas e largou-me.
Parece que já morreram os dois. O António Silva (Silvinha) fez o seu último voo como passageiro em F-27, comigo a Comandante, e digo-lhe que ambos ficamos muito comovidos com a situação. Ele veio a falecer pouco depois.
O Fernando Morgado veio aqui para o norte, mas segundo me disseram, também morreu. Deste não tenho a certeza.
Aquele abraço, Artur Cardoso"


O meu obrigado aos Cte. Piorrão e Artur Cardoso por esta contribuição para a Memória da Aviação moçambicana.